terça-feira, 11 de abril de 2017

Acordo de cooperação entre governo e Abrace beneficia crianças com câncer

Por meio de contrato de cinco anos, Administração Regional do Guará cedeu espaço de 6,1 mil metros quadrados à instituição filantrópica.

A parceria do governo de Brasília com a Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace) foi renovada por mais cinco anos. Uma área de 6,1 mil metros quadrados pertencente à Administração Regional do Guará será formalmente cedida para a instituição filantrópica.Governador Rollemberg inaugurou com a presidente da Abrace, Ilda Peliz, novos espaços de atendimento a crianças com câncer. Foto: Andre Borges/Agência Brasília

A renovação do acordo de cooperação foi anunciada nesta segunda-feira (10), em cerimônia de inauguração de novos espaços da Abrace, no Guará. O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, e a esposa e colaboradora do governo, Márcia Rollemberg, participaram do lançamento do Espaço Pedagógico e dos alojamentos para transplantados.

A cessão do terreno não envolve transferência em dinheiro. A sede fica na QE 25, Área Especial I, no Centro Administrativo Vivencial e Esporte (Cave). A construção dos novos setores da instituição foi custeada por apoiadores da sociedade civil e parceiros.

Pacientes de outros estados não precisarão interromper os estudos durante o tratamento, destaca o governador Rodrigo Rollemberg. “[O acordo de cooperação] significa um gesto de amor, de acolhimento. Isso permite que as crianças façam seus tratamentos como se estivessem na própria casa e continuem a estudar. Com isso, elas ampliam as esperanças de superar o câncer e voltar a ter uma vida normal.”
"(O acordo de cooperação) significa um gesto de amor, de acolhimento. Isso permite que as crianças façam seus tratamentos e continuem a estudar"Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

Para o secretário de Educação, Júlio Gregório Filho, o Espaço Pedagógico é uma importante ferramenta de terapia complementar. “Aqui, elas podem desenvolver brincadeiras que geram muito aprendizado”, defendeu.

Com a possibilidade de dar prosseguimento aos estudos, proporciona-se mais qualidade de vida a quem se aloja na Abrace, de acordo com a presidente da entidade, Ilda Peliz. “Não queremos que nenhuma criança fique fora da escola. Agora, nenhuma criança hospedada aqui perderá o ano letivo”, festejou.

A formalização do acordo entre Abrace e governo dá tranquilidade para a entidade desenvolver as iniciativas. “Não podemos deixar de apoiar a Abrace. Os pacientes de outros estados em tratamento aqui, muitas vezes, só têm a Casa de Apoio para ficar”, explicou o administrador do Guará, André Brandão.

O custo das obras foi de R$ 1,7 milhão, arrecadado por meio da campanha McDia Feliz, do Instituto Ronald McDonald. Mobiliário e decoração dos espaços foram doados por parceiros da iniciativa privada do DF.

Instituto Brasileiro de Direito Administrativo (IBDA) requer mudanças urgentes na forma de composição das cortes

Coordenados pelo presidente do Instituto Brasileiro de Direito Administrativo (IBDA), Fabrício Motta, mais de trinta juristas de todo o país redigiram um manifesto contra o atual modelo de composição das Cortes dos Tribunais de Contas. Impulsionado pela recente prisão dos conselheiros do TCE-RJ na Operação Quinto do Ouro, o que escancarou o grande problema das indicações por interesses políticos, o documento alerta para a necessidade urgente de uma reforma constitucional que passe pela mudança no formato de composição. “Construir um modelo pautado na predominância de membros oriundos de carreiras públicas mediante concurso público” é uma das principais bandeiras defendidas no texto.

Financiamento do Fundo Constitucional do Centro-Oeste deve ficar mais ágil

Mudanças em regras do fundo foram acertadas durante reunião do Conselho Deliberativo do Centro-Oeste, com a presença do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

A programação do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) para 2017 conta com novas definições. O Conselho Deliberativo do Centro-Oeste, órgão de administração colegiada vinculado ao Ministério da Integração Nacional, decidiu na manhã desta segunda-feira (10) que as propostas no valor de até R$ 1 milhão terão os processos simplificados.

Brasileiros podem escolher diretrizes para plano sobre internet das coisas


Uma nova consulta pública sobre o Plano Nacional de Internet das Coisas recebe sugestões até a próxima sexta-feira (14). Nessa nova etapa, os participantes poderão colaborar para a elaboração de uma frase que sintetize a aspiração do Brasil com base nos principais assuntos levantados durante as discussões sobre o plano.

Os participantes deverão elencar, em ordem de importância, as cinco principais diretrizes para a elaboração do plano: cadeia produtiva; competitividade; desafios locais; inclusão social; e sociedade conectada e empoderada.A consulta pode ser acessada neste link.